Mensagens recentes

Páginas: [1] 2 3 4 5 6 7 8 9 10
1
O FC Porto entrou a perder mas deu a volta e bateu o Tondela por 3-1 na 9.ª jornada da I Liga. O destaque do jogo foi Mehdi Taremi, autor dos três golos dos Dragões, após Neto Borges ter colocado os beirões na frente. A equipa de Pako Ayestaran jogou com menos um desde os 28 minutos, após vermelho direto a Iker Undabarrena.

O Sporting recebeu e venceu o Moreirense por 1-0 no Estádio de Alvalade. O único golo do encontro foi apontado pelo defesa Sebastian Coates durante a primeira parte.

O Benfica regressou às vitórias na I Liga, mas teve de suar para bater o Vizela (1-0), num jogo que parecia destinado ao empate. Foi já aos 90+8 minutos que Rafa deu o triunfo aos 'encarnados', que assim conseguem segurar a liderança da prova, com um ponto de distância para FC Porto e Sporting. Já o Vizela perdeu a invencibilidade na condição de anfitrião e manteve o 12.º lugar, com nove pontos.
2
A revista Sábado avança, esta terça-feira, que o Ministério Público e a Autoridade Tributária levaram a cabo novas buscas no Estádio da Luz, no início do passado mês de agosto, no âmbito da operação Cartão Vermelho.

Estão a ser investigados os acordos celebrados por Luís Filipe Vieira, com a intervenção do empresário Bruno Macedo, também ele arguido.

De acordo com a publicação foram recolhidos 16 contratos de jogadores que passaram pelo Benfica. Ao todo, serão 19 que estão sob suspeita.

Luís Filipe Vieira é arguido da operação 'Cartão Vermelho', que investiga suspeitas de vários esquemas de fraude que causaram prejuízos à SAD do Benfica, ao Novo Banco e ao Estado português, através de impostos não cobrados e injeções de capitais públicos no Novo Banco e de financiamento ao Fundo de Resolução.
3
O Marítimo vai voltar a jogar no estádio do rival Nacional, devido ao seu recinto desportivo “se encontrar em obras, nomeadamente intervenção do relvado”, informou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional no seu sítio oficial.

“Comunica-se que o Marítimo da Madeira, Futebol, SAD requereu à Liga Portugal que o jogo que disputará na condição de visitada a contar para a 10.ª jornada da Liga Portugal bwin se realize no Estádio da Madeira, em virtude do estádio que indicou como aquele em que se disputaria os jogos na referida condição (Estádio do Marítimo) se encontrar em obras, nomeadamente para a intervenção no relvado”, pode ler-se no comunicado publicado à instantes.

À semelhança dos últimos dois jogos disputados na condição de visitado, diante do Arouca (2-2) e Moreirense (0-0), a formação ‘verde rubra’ volta a utilizar o Estádio da Madeira no papel de anfitrião.

“Em consequência do antes exposto, e verificados os pressupostos para o deferimento do requerido, a Direção Executiva autorizou que o jogo n.º 11007, a disputar entre as equipas do Marítimo da Madeira e o Gil Vicente FC, referente à 10.ª Jornada da Liga Portugal Bwin, seja realizado no Estádio da Madeira, no Funchal”, segundo a mesma nota do organismo que tutela o futebol profissional.

A Liga refere ainda que admissão da “alteração temporária” se deve “no caso de obras exigidas pela Liga Portugal (...) cuja realização impossibilite a utilização desse equipamento desportivo ou de alguma das suas partes integrantes (o relvado, designadamente)”.

O Marítimo, 13.ª classificado, com sete pontos, recebe o Gil Vicente, que se encontra na 10.ª posição, com nove no domingo, às 15:30, num encontro disputado no Estádio da Madeira.
4
Futebol Português - Liga NOS / Mariana Vaz Pinto faz história na Primeira Liga de Futebol
« Última mensagem por Lucas em Outubro 26, 2021, 21:02:44 »
Mariana Vaz Pinto tornou-se na primeira mulher inscrita como delegada num jogo da Primeira Liga de Futebol. A treinadora de 26 anos mudou-se esta época para a Belenenses SAD, após vários anos no Sporting.

Mariana Vaz Pinto esteve, pela primeira vez, no banco do Belenenses SAD, a desempenhar as funções de Team Manager diante do Boavista. É ela que faz a ponte entre o plantel comandado por Filipe Cândido e Nuno Almeida, diretor para o futebol dos azuis.

A treinadora de 26 anos foi jogadora de futebol. No Sporting desempenhou as funções de Team manager no futebol feminino.

Como jogadora, atuou no Estoril e Belenenses. Foi ainda treinadora-adjunta da equipa feminina de sub-19 do Sporting.

O feito da treinadora foi assinalada pela Liga nas suas plataformas digitais.
5
Futebol Português - Liga NOS / Vítor Murta vai recandidatar-se à presidência do Boavista
« Última mensagem por Lucas em Outubro 26, 2021, 21:02:04 »
O presidente Vítor Murta anunciou na segunda-feira que se recandidatará a um segundo mandato seguido na presidência do Boavista, da I Liga de futebol, cujas eleições para o triénio 2022-2024 devem ser realizadas até ao final do ano.

“Neste momento, acho que é importante que haja sinergia entre a SAD e o clube. É meu objetivo recandidatar-me às próximas eleições”, revelou aos jornalistas o dirigente, antes do empate na receção ao Belenenses SAD (0-0), no Estádio do Bessa, no Porto, no jogo de conclusão da nona jornada, que manteve o Boavista no oitavo lugar, com 11 pontos.

Vítor Murta falou ao lado do acionista maioritário Gérard Lopez, com quem acordou a venda de 50,78% do capital social da SAD dos ‘axadrezados’ e assumiu ter “sintonia absoluta”, mostrando-se feliz com o rumo seguido pelo clube ao longo do último ano.

“Este é o casamento perfeito. Não nos podemos esquecer que o futebol mudou. Temos um futebol antes e após a covid-19. Para crescer, o Boavista precisava de investimento privado. Só por si, ia ser muito difícil que voltasse a ser o ‘Boavistão’. É um peso que está em cima dos meus ombros, mas tenho a certeza de que foi um passo bem dado”, notou.

O sucessor do histórico João Loureiro recordou que o Boavista teve de encarar “maiores dificuldades” antes da chegada do empresário hispano-luxemburguês, cujo investimento de quase 15 milhões de euros faz almejar um “grande projeto desportivo e financeiro”.

“Temos de sonhar de uma forma sustentada. Sonhar é muito bonito, mas há que ter os pés muito bem assentes no chão. Estamos a criar uma base sustentada para podermos ganhar mais vezes nos próximos anos. Ninguém tem uma solução instantânea para ganhar já”, concluiu Vítor Murta, logo após Gérard Lopez ter referido aos jornalistas que ambiciona ver as ‘panteras’ de volta às provas europeias dentro de “dois a três anos”.

O advogado e antigo presidente-adjunto do Boavista foi eleito sem oposição nas eleições dos corpos sociais para o triénio 2019-2021 em dezembro de 2018, ao reunir 75,7% das preferências, que corresponderam a 334 votos de associados, 54 brancos e 53 nulos.

A entrada do grupo de Gérard Lopez foi aprovada por unanimidade pelos sócios, numa assembleia-geral efetuada em 10 de outubro de 2020, e concretizada em 28 de julho deste ano, ficando o clube a deter 10% na sociedade gestora do futebol profissional.

Este aumento de participação levou a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários a determinar em agosto que o investidor, que também comanda os franceses do Bordéus, avançasse com uma Oferta Pública de Aquisição obrigatória sobre as ações da SAD.
6
O Boavista regularizou os salários da estrutura do futebol profissional, frisou na segunda-feira o presidente Vítor Murta, vincando a mensagem transmitida a mais de 200 sócios, numa sessão de esclarecimento ocorrida na sexta-feira.

“Demonstrámos o cumprimento salarial junto da Liga de clubes em setembro. Como é possível haver salários em atraso? Sei que a comunicação social tem de fazer o seu trabalho, mas coloca-se em causa a idoneidade do Boavista e da estrutura com base em algo que foi um agente que disse no Irão”, lamentou aos jornalistas o dirigente, antes do empate na receção ao Belenenses SAD (0-0), no jogo de conclusão da nona jornada.

Vítor Murta fazia alusão às declarações de Farshid Karimi, empresário do guarda-redes internacional iraniano Alireza Beiranvand, que tinha garantido horas antes ao portal Maisfutebol que quase todos os salários e o prémio de assinatura do jogador ainda não foram liquidados, bem como a comissão associada ao negócio concretizado em julho.

“Temos de começar a pensar porque é que temos de acreditar numa notícia que vem do Irão. Em Portugal deu-se ênfase a um agente que tem como objetivo forçar o Boavista a pagar a comissão que o Boavista tem de pagar. De facto, ainda não a recebeu. O seu objetivo é chantagear nesse sentido, pondo cá fora estas notícias. No Boavista ninguém cede a chantagens. O clube tem prazos para pagar e haveremos de pagar”, sublinhou.

Acusando o Boavista de estar em incumprimento com outros jogadores, Farshid Karimi admitiu a hipótese de rescindir o contrato de Alireza Beiranvand, de 29 anos, titular no jogo de segunda-feira, que chegou no defeso por empréstimo dos belgas do Antuérpia.

“Queria fazer uma retrospetiva rápida. Desde que se falou de investidor, a estratégia foi sempre a mesma. Não íamos inscrever o clube, mas inscrevemos. Os jogadores não iam ser inscritos, mas foram. Agora são os salários em atraso, com base numa notícia que saiu no Irão, mas que não faz sentido absolutamente nenhum. Temos equipa e atletas inscritos, salários pagos e estamos a fazer um bom campeonato”, reiterou Vítor Murta.

O líder máximo do oitavo colocado da I Liga, com 11 pontos em nove rondas, admite que as ‘panteras’ “vivem com dificuldades”, acentuadas pela pandemia de covid-19, e “têm renegociado dívidas com os credores”, visando em breve capitalizar a venda de atletas.

“Há muita gente que deve dinheiro ao Boavista, mas não vamos para a comunicação social falar. Havemos de o receber. Há cinco ou seis anos pensávamos: ‘quem é que podemos transferir?’. Agora, olhamos para o plantel e vemos que temos ativos. Estas questões que têm vindo à baila prejudicam a tranquilidade do clube, mas não vão afetar de forma assim tão incisiva como pretendem. Lamentamos que isto aconteça”, concluiu.

Vítor Murta falou ao lado de Gérard Lopez, que corroborou que “os salários estão pagos”, antes de o investidor ter assistido pela primeira vez a um jogo no Estádio do Bessa, no Porto, desde que adquiriu em julho 50,78% do capital social da SAD do Boavista.

Antes das declarações do acionista maioritário e do presidente da administração do clube portuense, o semanário Novo noticiou que os jogadores da equipa principal tinham decidido avançar para um cenário de possível greve, caso não fossem saldadas até hoje alegadas dívidas em atraso, entre as quais ordenados e prémios individuais e coletivos.

“São notícias que não fazem sentido. É claramente mentira, apesar de não ter de ser a mim que têm de fazer as perguntas. A maior parte é mentira e não faz sentido falar sobre isso”, afirmou no final do jogo o avançado Tiago Morais, na zona de entrevistas rápidas.

Com o ‘nulo’ diante do Belenenses SAD, a formação de João Pedro Sousa manteve a invencibilidade a atuar em casa, mas somou a terceira jornada consecutiva a empatar no campeonato e a sexta seguida sem vencer, numa série de resultados intercalada com a eliminação na terceira ronda da Taça de Portugal no terreno do Rio Ave, da II Liga (0-4).
7
A SAD do Sporting revelou, esta segunda-feira, ter trocado jogadores com o FC Porto em comunicado enviado à CMVM.

No documento, o Sporting refere ter enviado o médio Rodrigo Fernandes para os dragões a troco de 11 milhões de euros, quantia que os leões acabaram por pagar pelo extremo Marco Cruz que assinou até 2024 (cláusula de rescisão de 45 milhões de euros). A transação acabou por ser mediada por Jorge Mendes, isto depois de Marco Cruz se ter recusado a assinar contrato profissional com o FC Porto e sim ter demonstrado vontade em assinar pelo Sporting, à semelhança do que se passou no caso de Gonçalo Esteves (saiu a custo zero do Dragão).

"O Sporting tinha referenciado dois jogadores da formação do FC Porto, o Gonçalo Esteves e o Marco Cruz. O Gonçalo conseguimos contratá-lo a custo zero, o FC Porto não conseguiu renovar e o jogador ficou mais atraído pelo nosso projeto. O Marco é diferente, pois tudo foi possível em virtude de uma oportunidade que surgiu", referiu Miguel Braga, diretor de comunicação do Sporting em declarações à televisão do clube, explicando ainda que foi a 'troca' com o FC Porto "que permitiu ao Sporting evitar vender jogadores titulares como Palhinha, Matheus Nunes ou Pedro Gonçalves". "Olhando para o negócio, fomos buscar um jogador que desportivamente acreditamos que vai dar muito ao clube (...). Havia a sensação nestas trocas com o FC Porto que nunca ficávamos melhor mas, neste caso, é um jogador referenciado por outro com mais três anos", argumentou.
8
O FC Porto estará à procura de investidores para a SAD. Quem o garante é a Blomberg. Diz a mesma fonte que os portistas "estão a considerar a venda de uma pequena fatia" da SAD, "depois de terem recebido informação sobre o interesse de investidores exteriores".

A Blomberg escreve que a SAD liderada por Pinto da Costa está a trabalhar com a Certus Capital Partners, empresa especializada na angariação de capital baseada em Londres. De acordo com a mesma fonte, o FC Porto apenas coloca a hipótese de vender uma posição minoritária da SAD. Fonte do FC Porto garantiu ao jornal Record que a SAD não está à procura de investidores.

A Bloomberg escreve também que o FC Porto parece atrair o interesse de fundos soberanos que têm estado a investir no futebol, como aconteceu recentemente com o Newcastle, comprado por um consórcio liderado por um fundo de investimento da Arábia Saudita, ou ainda a compra de uma posição minoritária do Wolverhampton por parte do grupo norte-americano Peak6 Group LLC.

O artigo da Blomberg recorda que o FC Porto é um dos vários clubes europeus fortemente afetados com a pandemia de COVID-19.

Na última época o FC Porto registou lucros de 33,4 milhões de euros, o melhor resultado de sempre da SAD. Um lucro que mostra uma acentuada recuperação em relação ao exercício anterior, no qual a SAD teve um prejuízo de 115,9 milhões de euros.

A boa carreira na Liga dos Campeões da época 2020/21 (o FC Porto chegou aos quartos de final) valeu uma receita de 73,7 milhões de euros, e as mais-valias conseguidas em vendas de passes de jogadores atingiram os 74,7 milhões.
9
O Benfica sofreu para vencer o Vizela por 1-0, na 9.ª ronda da I Liga. O golo da vitória chegou já para lá da hora, aos 98 minutos, quando todos esperavam um empate.

A formação que regressou à elite do futebol português esta época deu boa réplica e contou com a inspiração do guardião Charles durante todo o jogo. O brasileiro fez grandes defesas, uma delas fantástica aos 31 minutos, a negar o golo a Diogo Gonçalves com uma defesa fantástica.
10
O Melhor Golo da 9.ª jornada foi marcado pelo Estoril, na deslocação ao terreno do Portimonense. Os canarinhos abriram o ativo aos 59 minutos, por André Franco, num golo que nasce após uma bela combinação ofensiva. A jogada foi toda ela feita ao primeiro toque, sem dar tempo de reação ao adversário.

Páginas: [1] 2 3 4 5 6 7 8 9 10